prorrogado

Sua nova chance de morar ou investir em portugal

A gente cuida de tudo para você comprar seu imóvel em portugal sem dor de cabeça.

Entenda porque investir em imóveis de leilão é uma opção segura e lucrativa

Alternate Text

Comprar imóveis de leilão é uma prática cada vez mais comum, principalmente quando se sabe de oportunidades de compra com valores que podem chegar a 70% de desconto do real valor do imóvel. Para quem deseja investir no setor imobiliário, essa é uma opção bastante tentadora.

O leilão se caracteriza por ser uma venda pública em que é permitida a participação de qualquer pessoa física, com mais de 18 anos, ou jurídica. Vence quem oferecer o maior lance acima do valor mínimo definido em edital.

É importante ressaltar que quando algum imóvel vai a leilão, os bens do devedor são penhorados, situação que pode ocorrer por alguns motivos, como principalmente dívidas condominiais e de financiamento e, por isso, passa por uma expropriação. Os imóveis que se encontram nessa situação passam pelos trâmites da justiça até chegar ao leilão.

Neste artigo, você saberá por que investir em leilão é uma alternativa vantajosa, que garante a segurança e a lucratividade do negócio. Confira!

Quais são os tipos de leilão?

Os leilões de imóveis podem ser judiciais ou extrajudiciais. Os judiciais ocorrem em juízo, sua origem é por meio de processo judicial. Os leilões extrajudiciais, por sua vez, são aqueles realizados por bancos e instituições financeiras e são os que mais interessam a quem deseja adquirir um imóvel por esse tipo de negociação.

Quem pode e quem não pode participar?

Para participar de um leilão, basta ser pessoa jurídica ou física maior de idade, capaz e que esteja na livre administração de seus bens.

Os tutores, testamenteiros, administradores, curadores, síndicos, juízes, membros do Ministério Público e da Defensoria Pública, constantes no Art. 690-A do Código de Processo Civil estão impedidos de participar de leilão.

Quais as vantagens de apostar em leilão de imóvel?

Quem busca um imóvel de leilão quer, em primeiro lugar, uma opção segura e lucrativa de investimento. Confira as vantagens desse tipo de negociação!

Preço abaixo do mercado

A negociação de um imóvel da forma tradicional é algo bem difícil até que ambas as partes cheguem a um acordo. No entanto, quando se trata de leilão, não existe esse tipo de problema, os valores se tornam bem mais vantajosos. Grande parte das ofertas contam com preços muito abaixo do valor real do imóvel, em alguns casos, chegam a 70% a menos.

Facilidades no pagamento

A garantia de alguns privilégios do investidor na hora de pagar é uma boa vantagem nessa negociação. Como exemplo podemos citar que alguns bancos chegam a oferecer descontos em pagamentos à vista. Além disso, eles permitem que o pagamento seja feito em 12 parcelas, sem a incidência de juros. Alguns bancos permitem que o imóvel seja financiado por mais tempo, mas nesses casos existe incidência de juros.

Transparência na transação

Imóveis adquiridos por leilão são mais transparentes, pois não passam pela negociação entre comprador e proprietário ou corretor, muitas vezes bem demorada e complicada, até que ambos cheguem a um acordo que agrade as duas partes. Todas as informações a respeito do imóvel, como formas de pagamento e dívidas, ficam explícitas no edital. Além disso, o leilão é um método de venda regulamentado, aonde as partes precisam cumprir regras rígidas.

Redução da burocracia

Adquirir um imóvel por meio de leilão é muito mais prático. A começar pelos processos burocráticos que são bem reduzidos, diferentemente do que ocorre em uma negociação tradicional. Para ser o vencedor, basta que você dê um lance maior do que os demais participantes.

Segurança da plataforma

As plataformas de leilão são seguras e garantem ao arrematador boas possibilidades de negociação, com segurança e tranquilidade.

Qual o passo a passo para comprar imóvel em leilão?

Elaboramos um pequeno passo a passo para que você tenha uma noção de como é um leilão de imóvel. Confira!

  1. Identifique o imóvel de interesse: o interessado deve buscar em sites especializados de leilões todas as informações que necessita para a negociação desse tipo de imóvel.
  2. Escolha um imóvel: após identificar e escolher o imóvel que mais tenha a ver com o que deseja, faça uma pesquisa sobre ele, verificando sua matrícula no cartório de Registro de Imóveis. Saiba também se ele passou por todos os trâmites para chegar ao leilão, como a intimação do devedor. Os editais de leilões devem informar o número de matrícula de cada imóvel colocado a leilão. 
  3. Faça um levantamento de ônus que incide sobre o imóvel: com o número da matrícula em mãos é possível fazer um levantamento das dívidas que pesam sobre ele. O interessado deve fazer uma análise sobre os riscos que envolvem a negociação da propriedade e, se concluir que não vale a pena, deve partir para outra opção.
  4. Levante outras informações sobre o imóvel pelo CPF do antigo proprietário: por meio desse documento é possível saber se há ações judiciais que possam atrapalhar a transação. Apesar de o imóvel poder ter alguma ação sobre ele, muitas delas não impedem a negociação.
  5. Leia o edital: após escolher o imóvel, leia muito bem o edital, uma vez que lá estão todas as informações sobre o leilão, as características da propriedade, bem como as obrigações de quem vai arrematar.
  6. Contrate um advogado: quanto mais você se cercar de cuidados, mais garantias terá sobre o negócio. Um advogado oferecerá uma boa assessoria nesse tipo de transação, garantindo mais segurança e evitando o surgimento de problemas e prejuízos futuros.

Como arrematar com lucratividade?

Observar os cuidados que devem ser tomados antes da negociação é importante para arrematar um imóvel de leilão e ter uma boa lucratividade. Confira algumas medidas para garantir seus objetivos:

  • analise os custos que serão de responsabilidade do arrematante para que você não tenha prejuízos posteriormente, como dívidas do imóvel, comissão do leiloeiro, ITBI, IPTU atrasado. Tais custos devem ser minuciosamente analisados para que não se transformem em problemas;
  • verifique os documentos do imóvel e o motivo pelo qual ele chegou ao leilão;
  • saiba qual é a liquidez do imóvel, pois além de comprar a um preço vantajoso é necessário que seja vendido com facilidade. A lucratividade é maior quando a venda ocorre de forma mais rápida.

Como você conferiu neste post, as vantagens ao comprar imóveis de leilão são muitas e quem deseja fazer um negócio com boa lucratividade deve aproveitar. Mas, os cuidados nesse tipo de negociação não podem ser esquecidos, principalmente ao escolher uma plataforma, que precisa ser conhecida e confiável. 

Gostou do post, elucidou suas dúvidas sobre imóveis de leilão? Tem alguma experiência nessa forma de negociação? Compartilhe, então, suas impressões nos comentários!

Veja também